Ópera na Rua 2017

Locais e datas a anunciar brevemente


Super Diva Ópera para todos,

3ª temporada, produzida por Ópera do Castelo, RTP e Unitel em pré-produção.

Opera Fest  Agosto 2018

Festival de Ópera pela cidade, tirando partido do património arquitectónico urbano, para todos os públicos, potenciando oferta cultural turística.

Parceiros  e Programação a anunciar para breve.

Cinco Formas de Morrer de Amor

Digressão nacional e internacional a anunciar.

A morte mais bela (se é que a morte pode ser bela, todos precisamos de acreditar que sim...), a catarse perfeita é a morte por amor. A morte amorosa suscitou o repertório mais marcante do mundo da ópera desde o seu nascimento até aos nossos dias, bem como repertório de câmara notável. Na ópera morre-se a cantar, outra catarse perfeita – o canto da morte. Este espectáculo traça o percurso de uma mulher que morre continuamente de amor, até à exaustão suprema. O amor fá-la viver de novo, para morrer outra vez. Um eterno retorno. Um eterno sacrifício, onde todos os músicos participam. Quem vence no final? O amor ou a morte? – a violência do amor, a violência das relações, a violência da procura pela felicidade.

Um espectáculo de Catarina Molder


ERNEST CHASSON

Chanson Perpétuelle, op. 37

ANTÓNIO CHAGAS ROSA

Serei só eu

LUIS SOLDADO

A virgem Louca – estreia absoluta

SCHOSTAKOWITCH

Lady Macbeth de Mzensk

CLÃ

Competência para amar


Direcção cénica: Lígia Roque

Desenho de Luz: Alexandre Lyra Leite

Figurinos: Catarina Molder


Elenco:

Catarina Molder, soprano

Afonso Fesh,  violino

Sara Silva, violino

Trevor McTait, viola

Vanessa Pires, violoncelo

Duração:60’

Produção: Ópera do Castelo